segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Pelo caminho



Talvez tão triste quanto a dor da morte seja a dor de uma idéia que decidimos deixar de lado, ou de um ideal no qual deixamos de acreditar.

Deixar para traz sonhos e planos, que por tanto tempo guiaram nossas vidas, faz a gente sentir um vazio e uma tristeza inigualáveis.

Mas às vezes é preciso.

2 comentários:

Alan DB disse...

Muitos posts... Muitas constatações. Mas essa foi a que mais me chamou a atenção. Como sabe, estou muito nessa... Desestimulado com o mercado. (espero que ideal seja encarado por esse lado também, não apenas pelo post abaixo) E meus sonhos, por mais que voltem a me procurar de vez em quando, já estão ficando no campo do irreal mesmo. É triste... A gente deposita algumas fichas naquilo, espera ganhar, mas tem que sair da mesa sem nada mesmo. Bola pra frente... O lance é se reinventar. Beijos!

diana de hollanda disse...

jujuba, tô sempre te visitando aqui. =*