segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Reprise dos horrores




Toda experiência traz aprendizado. No mínimo, o aprendizado de que você jamais desejará repeti-la. Da experiência que eu tive no último ano, levo, entre outras coisas, uma excelente frase: “O mundo já acabou. Agora é só a reprise dos piores momentos”.

Como saber se o mundo já acabou e agora é só a reprise dos horrores? (atenção: os fatos aqui narrados misturam ficção e realidade, afinal, o “real” já acabou):

- Quando você se acostuma com o fato de que o tráfico e as milicias mandam na favela e no asfalto, influenciam eleições, torturam jornalistas, moradores, e quem mais puder atravessar o seu caminho
- Quando a barriga protuberante e a opção sexual de um jogador de futebol causam mais comoção do que os fatos relatados acima
- Quando não se acredita mais em partido e se carrega apenas um coração partido
- 1) Quando o cara com quem você procurava apartamento termina o namoro alegando que não ganhou presente de aniversário 2) O cara entra no Orkut 3) O cara convida, pelo orkut, uma mulher para ir ao funk e começa a se expressar como funkeiro 4) Você descobre que ela integra a comunidade “Meu sonho é cantar no Raul Gil”.
- Quando mesmo depois disso tudo você olha em volta e continua querendo acreditar que foi apenas um deslize, que ele vai voltar e perceber o quanto estava equivocado

2 comentários:

ve disse...

Ahahahahahah. Adorei a história do orkut! Meu sonho é cantar no Raul Gil??? Como assim??? Ah não, Julita! Vc NÃO PODE achar que foi apenas um deslize!!! Como já diz a música: levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima! Vc está mt acima de tudo isso! rsrsrsr
Bjssssssssss

Alan DB disse...

Caraca, Júlia... Post de desabafo. hehe Bem, nem sabia que você tava procurando apartamento, querendo morar junto. Enfim, neste estágio de evolução. Bem, mas fica tranquila... Um dia você encontra o apartamento para morar e alguém pra ir junto... hehehe Enquanto isso, o negócio é se divertir... (olha quem escreve... o mais desanimado) Até.